Tróia Intelligence

Empresa Tróia

Artigos

inteligncia

27/05/2016

TREZE DIAS DE UM PRESIDENTE


 
 
 
Fazendo uma analogia entre um fato histórico e a situação atual brasileira dos T R E Z E  D I A S,  dos presidentes John Kennedy e Michel Temer, apresentamos algumas situações, sem querer comparar fatos. 
 
Em Outubro de 1962,  o então presidente dos Estados Unidos, John Fitzgerald Kennedy,  governava seu país normalmente, quando,  em 16 de Outubro de 1962, seu assessor de Segurança Nacional, McGeorge Bundy, com apoio da Inteligência Americana, apresentou uma conclusão que os soviéticos estavam instalando mísseis nucleares em Cuba e o alvo principal seria os Estados Unidos da América. 
Inicia se os T R E Z E  D I A S da crise onde o presidente Kennedy tomou decisões importantes e difíceis para evitar uma Terceira Guerra Mundial.
O processo de tomada de decisão foi muito conturbado por interesses adversos de grupos interessados em fazer a guerra, ( Hard Power) e  grupos contra guerra e a favor de um acordo diplomático entre as nações, (Soft Power).
A situação do presidente Kennedy não era fácil já que precisava decidir contra o tempo. A guerra era iminente como dizia seu “staff” do Pentágono. Já seu conselheiro principal e irmão, Robert Kennedy e outros conselheiros chancelaria um acordo diplomático. 
O importante para decidir é conhecer os fatos e os problemas e ao mesmo tempo, saber empregar  as estratégias e ferramentas contra as ações adversas. 
O presidente Kennedy utilizou se do conhecimento e sabedoria dos seus conselheiros, estratégias e da Inteligência que o informava sobre os fatos, para a defesa da Nação e o bem comum dos americanos.
O tempo parecia eterno quando no dia 28 de Outubro de 1962, um acordo foi celebrado entre a URSS e os Estados Unidos, pondo fim a Crise dos Mísseis e a retirada dos mesmo de Cuba.
Além do fim da Crise o importante foi à Reação contra uma ameaça , mostrando a força da Nação,  a estratégia do governo e a sabedoria do presidente Kennedy.
 
A um mês atrás o Vice Presidente Michel Temer exercia sua função protocolar definida pela Constituição Federal.
No dia 12 de Maio de 2016, o então Vice Presidente Michel Temer assume o interinamente a Presidência da República.
Nos últimos T R E Z E  D I A S, o presidente Michel Temer tem a missão de reorganizar o país e alavancar o crescimento e desenvolvimento da Nação brasileira.
A missão não é fácil pela adversidade política, social e econômica que atravessa o país. 
Os T R E Z E  D I A S já são curtos pelas cobranças da sociedade, do mercado e dos políticos nos seus interesses.
A situação para o presidente Michel Temer não é fácil e suas decisões precisam ser rápidas e precisas para atender os anseios da sociedade brasileira. 
O presidente conhece os problemas que afeta o Brasil mas precisa estar preparado com estratégias e ter as ferramentas adequadas para minimizar e mitigar os problemas.
Seus conselheiros precisam não apenas ter conhecimento mas sabedoria e comprometimento com o presidente e a Nação. 
A crise está longe de acabar mas os óbices podem ser vencidos pela inteligência e competência dos decisores, para atingir o bem comum do Brasil.
 
Uma reflexão importante que estava escrito numa madeira na mesa do presidente Kennedy.
 
“ O. God, thy Sea is so Great and my Boat is so Small.”